Saltar para o conteúdo principal da página

Portugal Sou Eu é um programa transversal a toda a economia portuguesa

4 de Março 2024 | Notícias

No passado dia 29 de fevereiro, o COMPETE 2030 promoveu uma nova sessão de “Boas Conversas”, uma iniciativa interna para dar a conhecer, de uma forma mais pessoal, junto dos nossos colaboradores, alguns dos projetos cofinanciados, convidando as empresas a partilharem os desafios, atividades e experiências.

A sessão foi moderada por Lourenço Ovídio, da Unidade de Comunicação, que conversou com Branca Pereira, responsável de projeto na AEP – Associação Empresarial de Portugal e que lidera o programa “Portugal Sou Eu”, um “projeto emblemático para o COMPETE e muito relevante para as empresas do nosso país”, referiu Nuno Mangas, elogiando o trabalho desenvolvido em parceria.

“Desde o início do projeto que as pessoas estão mais sensibilizadas para comprar os produtos portugueses”, referiu Branca Pereira sobre este programa que tem como objetivo dinamizar e valorizar a oferta nacional através da incorporação de valor acrescentado aos produtos e promover um consumo informado, através de uma marca identitária da produção nacional.

Uma das suas vertentes mais visíveis é a atribuição de um selo aos produtos que permite aos consumidores reconhecê-los e, ao comprá-los, contribuir para o fortalecimento do tecido produtivo português.

“Ao comprar um produto com o selo Portugal Sou Eu, não está só a comprar um produto de Portugal, como tem a garantia de que o mesmo cumpre uma série de regras ambientais, dentro das normas ESG (Ambiental, Social e de Governança) e que o mesmo é produzido cumprindo as normas europeias”.

“O Portugal Sou Eu conta com perto de 20.000 produtos e já ultrapassou as 1.000 empresas”, acrescentou Branca Pereira sobre este projeto que, através da certificação de milhares de produtos e serviços, contribui para um volume de negócios superior a 12 mil milhões de euros, melhorando a competitividade das empresas portuguesas, combatendo o desemprego e promovendo o crescimento sustentado da economia.

Sobre o futuro do Portugal Sou Eu, tivemos ainda oportunidade de conhecer mais sobre uma nova fase do projeto, nomeadamente a sua promoção junto de um público-alvo mais jovem mas também para promover a internacionalização e a digitalização das empresas, com uma aposta na economia circular, reduzindo, cada vez mais, a dependênica de importações.

Novas formas de cooperação e parcerias no sentido de dar maior reconhecimento, valor e projeção à qualidade dos nossos produtos e serviços no estrangeiro, estão, ainda, nas prioridades da AEP com o Portugal Sou Eu.

Acompanhe todas as novidades sobre este projeto cofinanciado pelo COMPETE 2020 no site oficial.

Assista ao vídeo dos 10 anos do projeto, que celebra e resume os principais marcos:

Última atualização a 5 de Março 2024

Artigos relacionados

A carregar...