Saltar para o conteúdo principal da página

Portugal Lança Satélite "Aeros" para estudar os oceanos

5 de Março 2024 | Notícias

Portugal está pronto para regressar ao espaço, 30 anos após o lançamento do “PoSat-1”. O segundo satélite português, o “Aeros”, será lançado este mês a bordo de um foguetão “Falcon 9” da SpaceX.
O presidente do COMPETE 2030, Nuno Mangas, marcou presença na cerimónia oficial que marcou o lançamento, organizado pelo CEiiA e a Thales Edisoft Portugal.

O “Aeros” é um nanosatélite, desenvolvido em Portugal, por um consórcio que inclui a Thales, a CEiiA, as universidades do Técnico, Algarve, Minho e Porto, e a norte-americana MIT.

Com um peso de apenas 4,5 kg e dimensões de 30 cm de comprimento e 50 cm de envergadura, o “Aeros” orbitará a Terra a 510 km de altitude, completando uma volta a cada 90 minutos. A sua principal missão é o estudo dos oceanos, recolhendo imagens que serão recebidas na ilha de Santa Maria e processadas em Matosinhos.

O projeto AEROS Constellation

O “Aeros” faz parte do projeto AEROS Constellation, que pretende desenvolver uma constelação de nanossatélites para monitorizar e valorizar os oceanos de forma sustentável. O projeto está alinhado com a agenda de investigação “Atlantic Interactions” e com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

O consórcio AEROS reúne empresas privadas como a Edisoft, Spin.Works e DST, universidades como a UMinho, FCUP, UAlgarve, IST e IMAR, e instituições de investigação e interface como o CEiiA e o +Atlantic. Para acelerar a inovação e o desenvolvimento industrial, o projeto conta com a colaboração de investigadores do MIT.

Um projeto cofinanciado pelo COMPETE 2020

O investimento total deste projeto é de 2,78 milhões de euros, cofinanciado em 1,88 milhões pelo FEDER – Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, através dos Programas COMPETE 2020, Açores 2020, CrescAlgarve 2020 e Lisboa 2020.

Um apoio que permitiu que o consórcio português tivesse acesso a recursos financeiros e técnicos essenciais para a construção e lançamento do satélite.

O lançamento do “Aeros” representa um marco importante para Portugal, demonstrando a capacidade do país no desenvolvimento e lançamento de satélites com tecnologia de ponta. O projeto contribui, também, para o desenvolvimento da economia portuguesa, criando empregos e oportunidades de negócio no setor espacial.

Última atualização a 5 de Março 2024

Artigos relacionados

A carregar...