Saltar para o conteúdo principal da página

CEO da Procalçado desvenda o desafio de equilibrar tradição familiar e eficiência

14 de Maio 2024 | Notícias

José Azevedo Pinto, à frente da Procalçado, partilha os bastidores de um dos maiores desafios empresariais: manter a tradição familiar sem comprometer a eficiência operacional. Descubra como esta empresa nacional enfrenta esta delicada questão.

Há quanto tempo trabalha na empresa?

Iniciei o meu percurso na Procalçado em 1994, há 30 anos. Cheguei num momento crucial, quando a empresa se preparava para expandir a sua presença internacional, enfrentando simultaneamente a tendência de deslocalização da produção para a Ásia. Esta fase desafiadora exigiu-nos encontrar alternativas para garantir a nossa sobrevivência e continuar a oferecer soluções inovadoras ao mercado. Assumi o cargo de CEO em 2010, após 14 anos de experiência na empresa.

Quais são os maiores desafios que enfrentam enquanto empresa familiar e como os superam?

Como empresa familiar, enfrentamos diversos desafios. Primeiramente, a transição de liderança entre gerações é um processo complexo que requer uma gestão cuidadosa para garantir a continuidade e o sucesso da empresa. Além disso, à medida que crescemos enquanto organização, é fundamental profissionalizar as nossas operações e implementar práticas de gestão mais formais para garantir a nossa sustentabilidade a longo prazo. Por fim, conciliar uma cultura organizacional que preserve os valores familiares com uma abordagem profissional e orientada para o desempenho é um desafio constante. Superamos esses desafios com uma comunicação aberta, planeamento cuidadoso e investimento contínuo na nossa equipa e na nossa estrutura.

Qual é o papel da inovação/investigação na sustentabilidade e crescimento do vosso negócio?

A inovação e a investigação são fundamentais para o nosso crescimento sustentável. A nossa empresa tem a inovação no seu ADN, e os clientes procuram-nos precisamente por isso. Estamos constantemente a questionar os paradigmas existentes, identificando novas oportunidades e mantendo uma atitude desafiadora em relação ao status quo. O nosso objetivo é melhorar continuamente as nossas propostas de valor e testar novos modelos de negócio, gerindo o risco de forma responsável. Reconhecemos que só conseguiremos crescer de forma sustentada através da inovação. Por isso, não nos limitamos a cumprir as normas legais; estamos empenhados em desenvolver produtos e matérias-primas sustentáveis, promovendo a economia circular através de parcerias estratégicas com clientes, fornecedores e designers. É importante realçar a importância da colaboração com as entidades que promovem a inovação e cooperação tecnológica empresarial, algumas delas dedicadas concretamente ao setor do calçado.

De que forma os fundos comunitários, nomeadamente o COMPETE 2020, têm contribuído para impulsionar o desenvolvimento e competitividade da vossa empresa?

Os fundos comunitários do COMPETE 2020 têm desempenhado um papel fundamental no nosso desenvolvimento e competitividade. Estes recursos financeiros permitem-nos investir em aquisição de equipamentos, inovação tecnológica, pesquisa e desenvolvimento de novas soluções. Este apoio tem-nos permitido intensificar os nossos esforços em R&D, resultando no desenvolvimento de novos materiais, tecnologias e produtos que não só enriquecem o nosso portfólio, mas também nos diferenciam da concorrência.

Este impulso à inovação traduz-se numa melhoria da eficiência produtiva, redução de custos e aumento da qualidade, ao mesmo tempo que nos posiciona de forma diferenciadora no mercado, graças à nossa capacidade de antecipar as necessidades dos clientes e adaptar-nos rapidamente às mudanças do setor.

Quais são os vossos planos futuros de expansão e diversificação de atividades?

Estamos cientes dos diversos desafios que nos são colocados, mas encaramo-la como mais uma oportunidade de nos reinventarmos. A nossa capacidade de desenvolver produtos e marcas diferenciadoras é uma grande mais valia, e estamos empenhados em continuar a inovar e a adaptar-nos às exigências do mercado.

Já temos alguns projetos de investimento no âmbito do PRR, focados na eficiência produtiva e energética, com a compra de novos equipamentos e a implementação de novas tecnologias, de modo a assegurar a neutralidade carbónica do processo produtivo.

A nossa missão e visão do negócio não se alteram, independentemente das circunstâncias externas. Queremos continuar a ser uma referência em inovação na nossa indústria e acreditamos que, mesmo a partir deste cantinho do mundo, podemos fazer a diferença e criar projetos relevantes.

Breve histórico da empresa

A Procalçado S.A. é uma das principais empresas europeias na indústria do calçado, com um legado de 51 anos de história. O projeto teve início com a FOR EVER®, há cinco décadas, produzindo solas para as principais marcas de calçado da Europa. Ao longo dos anos, a empresa expandiu-se para a criação de marcas de calçado injetado, como a WOCK® para o mercado profissional e a LEMON JELLY® para o segmento da moda.

Fundada em 1973 por José Pinto, o grupo Procalçado cresceu e diversificou o negócio, tanto em termos de produto como de marca. Além das solas, a empresa também investiu na criação de calçado profissional com a marca Wock e no mercado da moda, especialmente no segmento feminino, com a Lemon Jelly.

Sobre o Projeto Hipertwins

O projeto Hipertwins, fruto da colaboração entre RXMShoes, Procalçado, CeNTI e CTIC (ENESII), visa desenvolver um calçado inovador para atividades desportivas como caminhadas, pesca ou desportos de neve, em terrenos desafiadores. Com couro natural biodegradável e um sistema de sola híbrida, este calçado promete sustentabilidade, conforto e segurança. Num mercado com exigências específicas, o Hipertwins destaca-se como um projeto multidisciplinar e disruptivo, alinhado com as preocupações ambientais atuais.

Praticar desporto é essencial para a saúde física e mental, mas a segurança é fundamental. Em ambientes de fraca aderência, como pesca, montanhismo e neve, o calçado adequado é crucial para maximizar a segurança. O conforto, leveza e durabilidade também são critérios importantes para os praticantes destas atividades.

O projeto contou com o cofinanciamento do do COMPETE 2020, no âmbito do Sistemas de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico, em copromoção, envolvendo um investimento elegível de 681 mil euros, que resultou num incentivo FEDER de cerca de 453 mil euros.

Site da Procalçado

Última atualização a 14 de Maio 2024

Artigos relacionados

23 de Maio 2024 Notícias

TMG Textiles vence nos iTechStyle Awards

TMG Textiles venceu nos iTechStyle Awards na categoria de melhor produto com o projeto ImpacTEX, cofinanciado pelo COMPETE 2020, destacando-se pela inovação em equipamentos de proteção para motociclismo.

A carregar...