Saltar para o conteúdo principal da página

Inovação na Gestão Financeira da Educação

24 de Janeiro 2024 | Notícias

Conheça o projeto de expansão da Plataforma SIGeFE.

O Instituto de Gestão Financeira da Educação, I.P. (IGeFE, I.P.), desempenha um papel crucial na programação, gestão financeira e planeamento estratégico e operacional no âmbito do Ministério da Educação (ME) e do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES). No compromisso com uma política de rigor e excelência, o IGeFE, I.P. procura melhorar a abrangência e funcionalidades da sua plataforma/sistema, conhecida como SIGeFE – Sistema Integrado de Gestão do IGeFE, para otimizar os processos nas suas diversas áreas funcionais.

O Projeto

No contexto de reengenharia de processos e desenvolvimento de sistemas de informação, o IGeFE, I.P. tem promovido ações para dinamizar, controlar e potenciar os diversos processos relativos às suas áreas funcionais. O foco principal é consolidar a informação tratada nas diferentes áreas, garantindo a compatibilidade e permitindo o tratamento sistematizado, uniformizado e centralizado da informação e dos processos.

Este projeto visa a expansão da atual Plataforma SIGeFE, base do sistema de gestão do IGeFE, I.P. Com o intuito de integrar novas áreas de gestão recentemente atribuídas ao Instituto, automatizar processos, melhorar a eficiência da gestão de fundos públicos e controlar gastos em infraestruturas e equipamentos públicos, a iniciativa pretende promover a eficácia e eficiência na gestão de recursos técnicos no sistema educativo.

Objetivos e Benefícios

O projeto pretende alcançar diversos objetivos estratégicos, incluindo:

– Integração de Novas Áreas: Incorporar áreas recentemente atribuídas à gestão do IGeFE, I.P. no contexto das políticas públicas.

– Automatização de Processos: Eliminar tarefas manuais e a dependência de ficheiros autónomos, promovendo uma abordagem mais eficiente.

– Eficiência na Gestão de Fundos Públicos: Aprimorar a gestão financeira, garantindo uma alocação mais eficaz de recursos.

– Controlo de Gastos: Racionalizar os gastos em infraestruturas e equipamentos, contribuindo para uma utilização mais eficiente dos recursos.

– Libertação de Recursos Humanos: Automatizar tarefas permitirá a redistribuição de recursos humanos, tornando as estruturas mais eficientes e eficazes.

– Contribuição para a Competitividade: Melhorar a educação e qualificação dos recursos humanos, contribuindo para a competitividade da economia nacional.

A consolidação da informação e a otimização dos métodos e sistemas propostos neste projeto não só promoverão uma gestão mais eficiente no âmbito do IGeFE, I.P., como também representarão um avanço significativo na eficácia dos serviços prestados aos cidadãos. Ao centralizar a informação, liberando recursos dispersos e reduzindo custos, o Instituto procura alinhar-se com as necessidades dinâmicas do setor educativo, contribuindo, assim, para o desenvolvimento e competitividade a nível nacional.

Em síntese, este projeto ambiciona consolidar a informação processada nas diferentes áreas de atuação do IGeFE, assegurando a sua compatibilidade e possibilitando o tratamento sistematizado, uniformizado e centralizado da informação, de acordo com as responsabilidades do Instituto.

O Apoio do COMPETE 2020

O projeto Gerir a Educação contou com o apoio do COMPETE 2020 no âmbito do Sistema de Apoio à Transformação Digital da Administração Pública (SATDAP), envolvendo um investimento elegível de 916 mil euros o que resultou num incentivo FSE de 522 mil euros.

Links

Website | IGeFE

Última atualização a 24 de Janeiro 2024

Temas associados:

#COMPETE 2020 #Educação #Projetos

Artigos relacionados

A carregar...