Saltar para o conteúdo principal da página

Hoje celebramos o Dia Europeu do Mar!

20 de Maio 2024 | Notícias

Celebrado anualmente a 20 de maio, este dia visa consciencializar para as oportunidades e desafios que o mar traz nas áreas de inovação e investigação, destacando também a importância da preservação ambiental e da biodiversidade marinha.

O Dia Europeu do Mar celebra-se anualmente a 20 de maio, criado pela Declaração Tripartida Comum da Comissão Europeia, do Conselho da União Europeia e do Parlamento Europeu em 2008. Esta data tem como objetivo consciencializar para as oportunidades e desafios que o mar traz nas áreas de inovação, investigação e cooperação, além de destacar a importância da preservação ambiental e da biodiversidade dos mares.

O mar é parte intrínseca da nossa história, cultura e economia. O Atlântico, em particular, tem sido um elemento de ligação entre as várias regiões de Portugal e o resto do mundo, marcando decisivamente o nosso desenvolvimento com as trocas comerciais, culturais e científicas durante a época dos descobrimentos.

Os mares e oceanos oferecem imensas oportunidades, desde a produção de energia limpa ao desenvolvimento de indústrias sustentáveis como a biotecnologia e a aquacultura. A inovação na Economia Azul é crucial para a Europa e para Portugal, promovendo a exploração sustentável de recursos e impulsionando o crescimento económico.

A investigação nos mares, muitas vezes financiada por fundos da União Europeia, permite desenvolver soluções inovadoras que podem ser trazidas do laboratório para o mercado, especialmente em biotecnologia, energias renováveis, recursos minerais e aquacultura. Uma economia marítima próspera para Portugal depende do aproveitamento do potencial da biodiversidade oceânica, energias renováveis, centros de investigação, transportes marítimos, recursos pesqueiros e turismo.

Neste Dia Europeu do Mar, destacamos cinco projetos cofinanciados pelo COMPETE 2020:

AniMare 2.0: Fortalecimento de cooperação na economia do Mar, criando condições para inovação, internacionalização, empreendedorismo, financiamento e competitividade das diversas fileiras deste setor.

DESARMAR: Desenvolvimento de um radar passivo baseado em rádio definido por software para vigilância costeira com drones.

ORACLE: Sistema de suporte à decisão para otimização de fundações offshore em energias renováveis marítimas.

HIPERSea: Sistema hiperbárico para recolha e manutenção de organismos do mar profundo, visando a exploração de biorrecursos marinhos.

ValorMar: Projeto mobilizador envolvendo mais de 30 entidades científicas e empresariais para desenvolver novos produtos alimentares e plataformas tecnológicas integradoras.

Estes projetos exemplificam o potencial da Economia Azul para a inovação e sustentabilidade, alinhando-se com os objetivos do COMPETE 2030.

Última atualização a 20 de Maio 2024

Artigos relacionados

11 de Junho 2024 Notícias

APIMA fortalece internacionalização da Fileira Casa Portuguesa

A Associação Portuguesa das Indústrias de Mobiliário e Afins está a apostar numa nova operação de “Internacionalização da Fileira Casa Portuguesa”, cofinanciada pelo COMPETE 2030, para apoiar as empresas da Fileira Casa a ganharem relevo e expansão internacional.

A carregar...